Como usar Protetor Solar para Evitar Câncer de Pele

O Brasil é um país com altos índices de câncer de pele, mesmo sendo líder em vendas de protetor solar. Muitas pessoas ainda subestimam o tempo de exposição ao sol ou simplesmente passam o protetor de forma errada ou insuficiente.

Quanto mais clara a sua pele, mais você precisa se proteger e embora um pouco de sol seja necessário para a síntese de vitamina D, o excesso de radiação envelhece a pele e aumenta o risco de câncer.

Como saber o Fator UVA/UVB Correto do Protetor Solar?

Fatores de proteção acima de 8 já protegem perto de 90% das radiações, mas por pouco tempo, então só devem ser usados por pessoas de pele mais escura, com maior proteção da melanina.

protetor solar

Quem tem a pele clara, deve usar um protetor com FPS 15 ou mais, para ficar exposto ao sol. Peles muito claras ou pessoas com tendência à manchas devem usar acima de 50.

Qual a Diferença entre Protetor Mineral e Químico?

O protetor solar químico é o mais comum e barato. Ele contém agentes químicos que evitam os danos do sol na pele. Dessa forma, os raios penetram na derme mas não reagem com as células por conta destes agentes.

A proteção dura apenas algumas horas (em geral duas) antes que o produto seja oxidado e perca a função protetora. Portanto, você deve repor o produto com frequência. Ele é fácil de espalhar e some na pele.

Já o protetor físico não penetra na pele e sua função é rebater os raios, fazendo com que eles nem sejam absorvidos. O produto forma literalmente uma película protetora, com um dos dois ingredientes: óxido de zinco ou dióxido de titânio.

Os protetores físicos são bem mais caros e difíceis de encontrar, e deixam a pele esbranquiçada. Por isso, a maioria das pessoas prefere os químicos. Quem tem melasma ou muitas manchas deve optar pelo protetor físico ou os dois juntos, corrigindo a cor esbranquiçada com produtos específicos.

O Produto Precisa Proteger para UVA e UVB?

Sim, hoje em dia já se sabe que ambos os tipos de radiação podem aumentar o risco de câncer de pele, envelhecimento e manchas. Você deve se proteger tanto para os raios UVA quanto para os UVB.

Qual o Papel das Roupas com Proteção?

Qualquer roupa já protege fisicamente a pele e diminui bastante a incidência dos raios solares e da radiação. As roupas com proteção específica contém uma trama de tecido bastante fechada ao mesmo tempo que se mantêm frescas para você curtir os dias quentes com mais proteção. 

Qual a Quantidade Certa de Protetor Que Deve Ser Usado?

Os dermatologistas afirmam que a maioria das pessoas não usa protetor da forma correta, deixando algumas áreas expostas e com risco de queimaduras. Veja a quantidade média para cada área do corpo:

Cabeça, rosto e pescoço: 1 colher de chá (no caso de pessoas carecas) e 1 colher de chá rasa se você tem cabelo protegendo a cabeça.

Torso: 1 colher de chá

Costas: 1 colher de chá

Braços: 1 colher de chá para cada braço

Pernas: 1 colher de sobremesa para cada perna

O protetor deve ser reposto a cada duas horas ou sempre que entrar na água. Essa é a quantidade para um adulto médio em um dia de exposição intencional, ou seja, quando você vai para a piscina ou para a praia.

Em dias de exposição não intencional, como no dia-a-dia indo para o trabalho, use nas áreas descobertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *